Google


Hoje despedi-me do Google. Disse-lhe como ele era maravilhoso e agradeci-lhe toda a felicidade e carinho que me deu. Disse-lhe que vou ter muitas saudades dele.
Esta foto é do fim do Verão. Tínhamos vindo de um passeio e ele estava feliz. É assim que o quero recordar: feliz!

11 comentários:

Pandora disse...

Tenho tanta pena...Mas se calhar foi melhor assim.
Mil beijos minha querida.

Daisy disse...

Não!!! O q quis dizer com isso I.? Enquanto há vida, há esperança... Oh Inês, por favor, diga-me q não!

Daisy disse...

Desculpe-me I. Não tenho o direito, mas custa-me tanto! Quase tanto como se ele fosse meu... Um gande beijoxxx

Claudia Estanislau disse...

Muita força Inês é muito difícil mas estou certa que tomaste a decisão melhor para ele, porque é sempre nele que pensas. Ele é de facto um amor e decerto ensinou-te muito e ele foi muito feliz ao teu lado, bem me lembro dos rosnares de mimo dele... Bjs muito se precisares estou aqui

Mónica disse...

Acompanho o blog a cerca de 1 ano. Apesar de nunca vos ter feito uma visita, já sentia e sinto um carinho especial por todos. Nestas alturas não há palavras que apaguem a tristeza, apenas nos podem fazer sentir que foi a opção certa. A dignidade e o bem estar deles estão acima de tudo.
Um beijinho cheio de FORÇA
Mónica

Anizabel disse...

D.Inês

Sinto muito, mas decerto que foi o melhor para ele. Ele está num cantinho muito especial do seu coração e foi muito feliz o tempo que esteve consigo.
Muita Coragem!
Beijinhos

Anizabel de Trajouce (Spring)

FitzLemon disse...

A minha dor esta consigo. Obrigada por ser quem ´e. Nao tenho mais palavras

Anônimo disse...

Sei, por experiência própria, que não foi uma decisão tomada de ânimo leve e que apertou o coração de forma cruel, mas foi a decisão mais acertada.Nestes momentos não há palavras mágicas que nos alivie...Feche os olhos e recorde os bons momentos que passou com ele e agarre-se à certeza que ele consigo foi feliz e muito amado.
Beijinhos grandes,
Paula

Marga G disse...

Inês
Já há algum tempo que não visitava o teu blog, e agora deparo-me com esta triste noticia.
Quando te visitei nunca me apercebi que o google estivesse tão mal. sim , parecia velhote, mas era só isso mesmo.
Lamento imenso a tua perda.
Mas a vida é madrasta, e tens de pensar o quanto ele foi feliz contigo. Eu sei que é fácil falar, mas o mimo que lhe deste e ele a ti deu, é arrebatador.
Bjufas
margarida

Fada do Bosque disse...

Inês... atrasada mas com o coração apertado pelo momento que viveste e que vives ainda. Decisões dessas tive que tomar várias... mas sei a cada dia que passa, que foi o melhor opção que fiz em cada um dos casos. A ferida fecha... leva tempo e fica cicatriz... mas fecha.
Um abraço terno de alguém que compreende muito bem, o que é sentir essa dor.
Um beijinho e força. Lembra-te sempre dos momentos felizes, pois a memória não se irá apagar.
Caramba... as minhas amigas últimamente, nestes 15 dias, estão a ser assoladas por casos desses... :( é triste... a vida às vezes é muito triste.
Beijinho Inês.

Daisy disse...

Partem uns, para além da 'Ponte do Arco-Íris', mas vêm outros, humildemente, para ajudar a aquecer as nossas almas e os nossos corações. Abençoados amigos q não nos deixam desistir, porque é disto q a vida é feita - uma troca de afectos! Sem eles, a nossa vida seria um deserto.

"Sempre que um cão sai das minhas mãos para uma nova família, desejo que o tratem tão bem, ou ainda melhor, que eu. Desejo que compreendam que o cão não entra na suas vidas para os fazer felizes, mas, inversamente, a ideia é eles fazerem feliz o cão."