Migas


Não tenho escrito. A perda do Google ainda é muito dolorosa e tudo me faz recordá-lo.
No entanto, por muito que custe, a vida continua e não seria justo deixar de vos apresentar o último hóspede da Casa.
O Migas é um epagneul breton com quinze aninhos e cheio de simpatia. Muito surdo, um bocadinho pitosga, extremamente obediente e asseado! Ladrava baixinho, com uma voz sumida, sempre que queria sair para o pátio ou voltar a entrar.
Achei-o muito parecido com o Manuel e tentei tirar-lhe uma foto juntos, o que não foi fácil; ou se mexia um ou se mexia o outro. Fica uma das várias tentativas que fiz, para poderem comparar. Digam lá se não parecem ter sido separados à nascença?





4 comentários:

Daisy disse...

Bem-vinda I! Sentimos a sua falta. Estão todos bem na Casa do Pinhal? Beijos para todosxxxx

Claudia Estanislau disse...

que lindo o Migas, tenho o fraco muito forte por "velhotes". Bjs e um abraço forte

Pandora disse...

Olá.
Que velhote bonito, o Migas.
Beijos e bem vinda de volta.

A Tela disse...

Maravilhosos: M&M
Obrigada pela partilha :) e.., dias de Sol voltarão! BEIJOS

"Sempre que um cão sai das minhas mãos para uma nova família, desejo que o tratem tão bem, ou ainda melhor, que eu. Desejo que compreendam que o cão não entra na suas vidas para os fazer felizes, mas, inversamente, a ideia é eles fazerem feliz o cão."