Espuma, Penas e Galochas

uma cama cheia de cães (eu durmo no sofá)
o sofá

Todos os dias, de manhã, quando vou dar o antibiótico à Spring, encontro a marquise cheia de espuma por todo o lado. Quando a espuma é branca fica lindo, parece que nevou. Havia uma almofada de uma cama que comprei para o Manuel que estava recheada de uma espuma branca, pequenina, parecia mesmo neve. Já a espuma do colchão do Google e a do sofá são amarelas, o que não dá o mesmo efeito.
Hoje, quando pensava que não havia mais espuma que pudessem roer, fui surpreendida com um cenário de penas, pequenas e leves penas, espalhadas pelo chão, pelas mantas, pelos cães…
Lá recolhi a almofada (agora lixo) e apanhei as penas o melhor que pude, ainda ficaram algumas presas nas mantas e no pelo dos cães…
Conclui que tinha de lhes dar algo mais para roer e tive uma boa ideia que está a resultar muito bem. Umas velhas galochas que a Spring já tinha roído quando veio cá para casa. Ofereci-lhe uma (é preciso fazer render) recheada de biscoitos, não muitos, apenas uma mão cheia lá no fundo para dar luta.
Deixei uma cadela entretida e feliz e, com um bocado de sorte, amanhã de manhã não me irei deparar com um cenário tão caótico como habitualmente.

Hoje tive uma visita muito especial: a Isabel Aires do PAAA (Projecto de Ajuda Alimentar Animal) que veio contribuir com muitos, muitos quilos de ração e biscoitos para os habitantes da Casa.
Obrigada, Isabel. Obrigada, PAAA. É muito reconfortante receber a ajuda dos amigos nas alturas difíceis.
Também não quero deixar passar sem uma palavra de agradecimento uma amiga que tem estado sempre presente para ajudar: a Cristina, madrinha do Google. Tem ajudado sempre no já longo historial clínico deste menino e é muito bom saber que posso contar com ela nos tempos complicados que se avizinham.
A todos os meus amigos, companheiros de luta, de vida e de blogue, agradeço profundamente todo o apoio que me têm dado. Muito, muito obrigada.

Um comentário:

Pandora disse...

Olá.
Venho deixar um beijo de apoio. Sei como é ter os nossos amigos doentes. Eles são familia,e doi muito...
Tenho pena que a Sring tenha de arranjar outra familia, mas quem sabe se irá aparecer alguem que goste tanto dela como tu. Soube pela UPPA, que vais ser fat de uma menina chamada Lua (rotweiller), mais uma que vai sair das mãos desumanas de alguem.
Beijocas para todos eles e elas, e as melhoras do Google.
Beijos para ti.

"Sempre que um cão sai das minhas mãos para uma nova família, desejo que o tratem tão bem, ou ainda melhor, que eu. Desejo que compreendam que o cão não entra na suas vidas para os fazer felizes, mas, inversamente, a ideia é eles fazerem feliz o cão."