Queridos, os cães encolheram!




Não se trata do título de mais uma sequela de um filme em que as personagens encolhem e esticam ao sabor das invenções do pai/cientista maluco, mas sim do factor Ugo!
Setenta quilos de beleza canina em preto e branco, uma doçura, com tanta meiguice como tamanho, um verdadeiro “paz de alma”!
É impressionante como, ao pé dele, todos os cães parecem miniaturas. Não falo do Manuel que é um cão pequeno e continua a parecer um cão pequeno. Mas o Google e a Spring já têm um tamanho razoável Ao pé do Ugo parece que foram encolhidos. Fazem lembrar aquelas figuras de presépio em que o pato é maior que a vaca, ou os brinquedos das crianças em que o gato é maior que o dinossauro. Basicamente, o factor Ugo confunde-me a noção de proporção!
O Ugo cão enche-me de mimos, enche a casa (que ficou mais pequena com a chegada dele), deita-se ao é da salamandra e ressona suavemente… O Ugo cão é bom para abraçar, acariciar o seu pelo macio e suave, encher de beijos a sua cabeça do tamanho do mundo. O Ugo cão lembra-me todos os dias o porquê de eu ter uma adoração muito especial por esta raça: Grand
Danois.

2 comentários:

A Tela disse...

São muito patuscos e super-companheiros! Também adoro! E em bébés, que não "controlam" as patas?! Demais!!!Beijo grande, e um especial ao Ugo, esse Arlequim :))

Ana Sofia disse...

ehehehe. Adorei o titulo deste post! ele é realmente grande! Mas é tão fofinho! é um novo hospede na casa? Estive ausente uns dias mas prometo regressar em força. Como esta o nosso Zorba?
beijinhos para todos e que 2010 seja um ano repleto de amizade, magia e serenidade

"Sempre que um cão sai das minhas mãos para uma nova família, desejo que o tratem tão bem, ou ainda melhor, que eu. Desejo que compreendam que o cão não entra na suas vidas para os fazer felizes, mas, inversamente, a ideia é eles fazerem feliz o cão."