28 de Setembro, segunda-feira à tarde


Às vezes, escreve-se direito por linhas tortas e estou contente por a UPPA não ter tido possibilidades de acolher a Spring. Se tivesse sido acolhida estaria em hotel e nem ela nem eu teríamos passado uma tarde tão agradável!

5 comentários:

Daisy disse...

Que ternurinha de cadela!
Ainda deve estar e pensar lá para com ela que lhe saíu a "sorte grande", pobrezinha... ou então que está a sonhar!
Querida, o teu pesadelo parece que acabou mesmo e estás em boas mãos.
Continuamos a acompanhar a tua recuperação e... boa sorte!

Isabel disse...

Muito doce mesmo, estar de mão/pata dada ... :)
E fico feliz de a ver assim, com um ar tão tranquilo.

A Tela disse...

Lindas, ambas lindas! A Spring progride de dia para dia...

Anônimo disse...

Faz-me lembrar aquela expressão do "descanso do guerreiro". A Spring está a descançar o corpo e a alma das maldades que sofreu e a agradecer profundamente ao "anjo" que encontrou.

Uma das minhas cadelas tb houvera sido abandonada e apesar de não trazer feridas físicas, as da alma ainda não passaram totalmente, mesmo ao fim de um ano e meio de muitos mimos e cuidados. São processos longos, mas a Spring felizmente foi ter a boas mãos.

Bem hajam as duas e muitas felicidades.

Alexandra
(xana2000_2000@yahoo.com)

Casa do Pinhal disse...

Agradeço a todos em nome de Spring, ela é tão maravilhosa e merece tudo de bom...

"Sempre que um cão sai das minhas mãos para uma nova família, desejo que o tratem tão bem, ou ainda melhor, que eu. Desejo que compreendam que o cão não entra na suas vidas para os fazer felizes, mas, inversamente, a ideia é eles fazerem feliz o cão."