29 de Setembro, terça –feira


Hoje foi um dia em cheio. Andei ocupada com dois projectos da Casa do Pinhal. O primeiro é uma melhoria significativa no espaço de acolhimento que inclui a construção de cinco boxes e um tanque para os canitos poderem dar uns mergulhos no Verão. Estive a medir o terreno e a marcá-lo, a fazer contas à vida e a desejar que as obras (que ainda não começaram) já tivessem acabado!
O segundo projecto ainda está em fase embrionária e só vou revelar que se trata de um seminário sobre cães…
Ainda tive tempo para me deitar na espreguiçadeira com um livro e com a Spring que adora estar “colada” a mim.
É uma cadela que adora contacto físico e gosta de se encostar às minhas pernas e deitar a cabeça no meu peito. E eu adoro! Adoro abraçá-la, dar-lhe beijos no focinho, tê-la ao colo…

2 comentários:

Daisy disse...

Algo me diz que a Spring já não vai sair da Casa do Pinhal... porque encontrou o seu "anjo da guarda" Estarei enganada? E vão quatro! É o risco que se corre quando se adora cães e não se consegue resistir a um focinhito como aquele!

Felicidades para todos e um beijo.

Pandora disse...

Se ela pudesse de alguma forma relatar o quanto já passou nas mãos dos humanos... e mesmo assim ainda tem vontade de amar mais um. Ainda bem que a levaste para o pé de ti.
Beijos

"Sempre que um cão sai das minhas mãos para uma nova família, desejo que o tratem tão bem, ou ainda melhor, que eu. Desejo que compreendam que o cão não entra na suas vidas para os fazer felizes, mas, inversamente, a ideia é eles fazerem feliz o cão."